As 10 dúvidas mais freqüentes sobre a cirurgia de castração

 
1-           Em que consiste a cirurgia de castração?
Resp.: É a retirada dos órgãos da reprodução e/ou glândulas (ovários, útero, testículos) de cães e gatos (macho e fêmea).
 
2-           Quais as vantagens deste método?
Resp.: É um método definitivo (que não precisa ser repetido como injeções e tabletes anticoncepcionais) e não tem os efeitos colaterais destes últimos.
 
3-           Qual a melhor idade para a cirurgia de castração?
Resp.: A partir dos 04 meses.
 
4-           A cadela ou gata não precisa ter entrado no primeiro cio e ter tido uma ninhada?
Resp.: Não. A cirurgia de castração precoce inibe em 95% o aparecimento de tumores mamários, metrite e piometra, em cadelas e gatas, e impede o aparecimento de hiperplasia prostática benigna no cão (macho).
 
5-           O animal castrado torna-se apático e obeso?
Resp.: A maioria dos cães e gatos torna-se mais dócil e permanece vivaz e brincalhão. O controle de peso pode ser feito com exercícios e rações especiais.
 
6-           Existe alguma relação entre diabete e castração?
Resp.: Nas cadelas propensas a diabete a fase estrogênica do ciclo estral favorece a exacerbação da mesma, por isso a castração é recomendada.
 
7-           Existem riscos na cirurgia de castração?
Resp.: Qualquer procedimento cirúrgico apresenta riscos que dependem da sensibilidade individual e de doenças pré-existentes.
 
8-           Quais as contra-indicações da cirurgia de castração (e de outros procedimentos cirúrgicos)?
Resp.: Animais muito obesos, cardíacos descompensados, com insuficiência renal e hepática severas.
 
9-           Esterilização e castração; quais as diferenças?
Resp.: A Esterilização corresponde à “laqueadura” de trompas e a vasectomia dos ductos deferentes. A Castração é a retirada dos órgãos e glândulas reprodutivas. Dá-se preferência a esta última porque ela minimiza o comportamento em relação a brigas e demarcação de território (machos) e pseudociese (gestação imaginária) nas fêmeas.
 
10-     Os animais (cães e gatos) machos não demarcam mais o território e não cruzam mais com as fêmeas após a castração?
Resp.: A grande maioria dos machos não cruzam mais, porém há casos extremos onde alguns demarcam (odor menos forte) e tentam cruzar, porém não geram filhotes.
 
“ O principal objetivo da cirurgia de castração é o controle de natalidade de cães e gatos. A superpopulação de filhotes gera abandono, sofrimento e disseminação de doenças.
O cãozinho e o gatinho castrado precocemente permanece jovial e alegre, e sua sobrevida aumenta, ao lado dos cuidados com a vacinação, alimentação e manejo!
Torna-se um adulto mais dócil e caseiro e com certeza mais amigo!!!”
 
Dra. Angélica Úrsula Landau
CRMV-SP 02736
CRMV-j 09904

 




Telefones:  (11) 9 8323-2253 (TIM) Whats App (11) 9 6902-2607 (Vivo)

(15) 3249-2314

e-mail adell1703@hotmail.com

ou

contato@canildellpropuppies.com.br


  Site Map